O projeto nacional de transporte marítimo dos emigrantes portugueses para o Brasil no final da Segunda Guerra Mundial

Santos, Y. (Speaker)

Activity: Talk or presentationOral presentation

Description

Nesta comunicação pretendo analisar a estratégia de exploração da linha marítima do Atlântico-sul (Portugal-Brasil) no transporte de emigrantes após a II Guerra Mundial. Este período constituiu um momento-chave em que o Estado português reafirmou o estreitamento dos laços com o Brasil, se assumiu como agente regulador e protetor dos interesses das companhias portuguesas de navegação e adotou uma política de emigração caracterizada pelo seu monopólio na gestão das saídas.
Os estudos desenvolvidos para os casos estrangeiros evidenciaram como se processavam e se cruzavam os interesses e as influências de cada um dos atores na dinamização migratória (o migrante, as companhias de navegação e os governos dos países de acolhimento) para identificar os pontos de conexões existentes entre elas, e o impacto dessas relações assim como dos comportamentos migratórios nas estratégias empresariais adotadas durante o ciclo migratório favorável da Belle Époque (Keeling, 2012; Feys, 2013)
Procurando seguir este modelo que dá enfase a uma abordagem transnacional para o entendimento da dinâmica migratória a partir das companhias de navegação, vamos analisar em que medida o negócio do transporte marítimo de emigrantes portugueses para o Brasil foi importante para delinear a estratégia empresarial da Companhia Colonial de Navegação e as políticas nacionais do Estado Novo, e questionar o nível de preparação e de adequação dos meios utilizados para a elaboração e a execução do projeto. Para tal, queremos perceber como a conjuntura nacional e internacional do imediato pós-guerra poderá ter incidido sobre essa estratégia. Depois, vamos identificar os contornos e os objetivos que levaram à decisão estatal e empresarial em apostar na rota Portugal-Brasil assim como nos meios utilizados para chegar ao projeto final. Três principais atores, atuando em várias escalas, vão ser destacados: o governo ditatorial que define as orientações e o enquadramento para a execução da exploração da linha; a Companhia Colonial de Navegação encarregue de explorar a rota Portugal-Brasil e o negócio do transporte de emigrantes portugueses; os diferentes atores que desempenharam um papel estratégico para elaborar ou travar e finalização deste projeto (agentes de passagens e passaportes/agentes de viagem, colónia portuguesa no Brasil, outras companhias de navegação, sejam elas estrangeiras ou nacionais).
Period15 Nov 2019
Event titleXXXIX Encontro da APHES: null
Event typeConference
LocationFaro, Portugal
Degree of RecognitionInternational