A nova face da medicina portuguesa - A Geração de 1911 e a Escola de Investigação de Marck Athias

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

1 Citation (Scopus)

Abstract

Este trabalho pretende demonstrar que Marck Athias, fazendo parte da geração de 1911,inaugura um novo capítulo na História da Medicina portuguesa, no contexto dos ideiaisrepublicanos, carcaterizada pelo culto da investigação experimental e do laboratório. Amedicina deixa de ser considerada um saber livresco e a actividade clínica passa a ser validadapela aproximação prática laboratorial farorecendo a investigação fundamental emdiferentes domínios científicos. Esta nova perspectiva de abordagem operou alteraçõesimportantes na comunidade médica portuguesa na primeira metade o século XX.Marck Athias (1857-1946) foi um médico treinado na Universidade de Paris por MathiasDuval (discípulo de Santiago Rámon y Cajal). Foi no seu laboratório de fisiologia queAthias deu início à carreira de investigação. Foi esta formação que lhe permitiu anos maistarde em Portugal estabelecer uma verdadeira escola de investigação de fisiologia e dehistologia, que reflecte o novo paradigma médico assente na investigação fundamental.No início do século XX, a investigação científica em Portugal no domínio médico restringia-se a aspectos da prática clínica. Foi com a criação das estruturas basilares do novoparadigma médico inaugurado pela geração de 1911 que Marck Athias introduziu umanova tradição científica na comunidade médica ao mesmo tempo que influenciou váriosdiscípulos e colaboradores em diferentes instituições médicas de ensino e investigação.A escola que fundou e o impacto da sua influência intersecta os ideiais de inspiraçãopositivista com os quais a geração de 1911 se identificava, e que permitiu a criação de umverdadeiro esprit de corps que atraiu várias gerações de discípulos e seguidores. A escolaque Athias fundou não se extinguiu com ele mas teve continuidade pela mão dos seusdiscípulos e seguidores permitindo consolidar o novo paradigma experimental na medicinaportuguesa da primeira metade do século XX.
Original languageUnknown
Pages (from-to)155-162
JournalActa Médica Portuguesa
Volume24
Issue number1
Publication statusPublished - 1 Jan 2011

Cite this