A organização científica do trabalho administrativo em Portugal: o Ministério das Finanças enquanto “laboratório administrativo”? (1945-1974)

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

49 Downloads (Pure)

Abstract

As décadas que se seguiram ao final da II Guerra Mundial testemunharam a afirmação do estudo e desenvolvimento da organização científica do trabalho em Portugal. Ao nível administrativo, o Ministério das Finanças toma a dianteira no processo através do Gabinete de Estudos António José Malheiro. Este artigo pretende analisar a ação do organismo no sentido da formação de especialistas e da inclusão do País numa rede de contactos internacionais com vista à difusão destes métodos, alertando, igualmente, para a sua atuação no sentido do estudo e organização do trabalho realizado ao nível do Ministério.

After the end of World War II, Portugal witnessed the development of scientific management. At the administrative level, the Ministry of Finance takes the lead in the process through the Research Office “António José Malheiro”, starting to study the working methods used and the alternatives that could lead to the increase of the productivity levels. This article tries to analyze the action of the Research Office in order to train specialists and develop scientific management in the Ministry.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)92-108
Number of pages17
JournalEstudos do CEPE
Issue number45
DOIs
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Portugal
  • Estado Novo
  • Administração Pública
  • Organização científica do trabalho administrativo
  • Public Administration
  • Scientific management

Cite this