A Previdência Social

Cristina Rodrigues, Daniel Carolo

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

Abstract

O artigo analisa a evolução da Previdência Social nos anos 60, sublinhando a
lógica de continuidade entre a governação de Salazar e de Marcelo Caetano. Tendo por base a Reforma da Previdência Social, iniciada em 1962, foram inequívocos os progressos ao nível da cobertura pessoal e material, com a inevitável consequência de um forte crescimento da despesa social ao longo da década. Para tal, muito contribuiu a universalização do sistema, com o alargamento da Previdência aos rurais, já com Marcelo Caetano, que teve um impacto significativo no sistema, mas também na sociedade portuguesa. As mudanças no domínio da política social cumpriram uma função legitimadora do Estado Novo na sua desejada evolução para um Estado Social e marcam o início da convergência com os Estados Providência europeus.
Original languagePortuguese
Title of host publicationOs anos sessenta em Portugal
Subtitle of host publicationDuas governações, diferentes políticas públicas?
EditorsJosé Maria Brandão de Brito, Paula Borges Santos
Place of PublicationPorto
PublisherEdições Afrontamento
Pages147-173
Number of pages27
ISBN (Print)978-972-36-1821-1
Publication statusPublished - 2020

Cite this