Juventude, movimentos sociais e redes digitais de protesto em época de crise

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

96 Downloads (Pure)

Abstract

Temos assistido, nos últimos anos, em diversos contextos, ao aparecimento de novas formas de contestação que envolvem a utilização de mídias digitais como recursos para a mobilização cívica. Partindo dos resultados de um projeto de pesquisa qualitativa sobre participação da juventude na esfera pública em Portugal, com especial ênfase na utilização de tecnologias e mídias digitais, o presente artigo pretende dar resposta a um conjunto de questões. Que papel têm os meios digitais nos repertórios de ação dos atores coletivos presentes no recente ciclo de protestos? Qual o papel das chamadas redes sociais e de outras ferramentas digitais nesses protestos? Como são utilizadas por determinados coletivos ativistas e que representações suscita o seu uso em diferentes circunstâncias do“trabalho ativista”?

We have been witnessing in recent years, in several contexts, the emergence of new forms of contestation involving the use of digital media as resources for civic mobilization. Based on the findings of a qualitative research project about youth participation in the public sphere in Portugal with a special focus on digital media and technologies, the present article intends to answer a set of interrelated questions. What role digital media have on the repertoires of action of the collective actors present in the recent cycle of contention? What’s the role of the so-called social networks and other digital platforms in these protests? How are they used by given collective actors and what representations are engendered as result of these uses in different circumstances of the “activist work”?

Original languagePortuguese
Pages (from-to)130-150
Number of pages20
JournalComunicação, Mídia e Consumo
Volume13
Issue number38
DOIs
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Juventude
  • Ativismo e movimentos sociais
  • Internet e redes digitais

Cite this