Single events and century-scale evolution of the Northern margin of the Tagus River before the Boavista landfill: a multidisciplinary approach to natural and anthropic sediment

José Bettencourt, Ana M. Costa, M. C. Freitas , M. Inácio , M. Fatela, V. Lopes , C. Andrade, M. Cachão , P. M. Mendes , A. Sarrazola , M. Macedo , R. Carvalho , T. Freitas

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

In this work we present preliminary results of the study of one sediment core (EDP1), collected near Cais do Sodré, Lisbon downtown, close to the present day Tagus riverfront. The results allowed differentiation of 4 major sediment units that present a signature of increasing anthropic influence over time. The lowermost unit (Unit 1) corresponds to a subtidal flat accreting in low energy and brackish conditions. This sedimentation pattern is interrupted by high-energy deposition of Unit 2, characterized by higher density and diversity of the foraminiferal content and high content of other bioclasts remains (Sub-unit 2A) and by the incorporation of several anthropic elements, such as 17th-18th century ceramics (Sub-unit 2B). Given the radiocarbon chronological framework and type and dates of the anthropic materials included in both sub-units of Unit 2, they are tentatively related with either the 1724 extreme storm and/or the 1755 tsunami. The abrupt drop in coccolith densities in this unit is compatible with an increase in sedimentation rate. Later sedimentation (Units 3 and 4) mirrors increasing energy in comparison with Unit 1, reflecting the shallowing of the study area and shift towards upper subtidal conditions, the natural sedimentation having been interrupted in the middle 19th century by the placement of an artificial infill that reclaimed the estuarine margin.
The interpretation presented here was developed in the framework of the Lisbon Stories project, which addresses the relationships between the Tagus, the city of Lisbon and its people throughout the last few centuries.

Eventos extremos e evolução secular da margem norte do Rio Tejo antes da construção do Aterro da Boavista: uma abordagem multidisciplinar ao registo sedimentar de origem natural e antrópica Neste trabalho apresentamos os resultados preliminares do estudo de uma sondagem (EDP1) recolhida nas
proximidades do Cais do Sodré, na zona baixa de Lisboa, junto à actual margem ribeirinha do Tejo. Estes resultados permitiram a diferenciação de 4 unidades sedimentares principais que mostram um aumento da assinatura antrópica no
sedimento ao longo do tempo. A unidade da base (Unidade 1) corresponde a um sedimento depositado em condições estuarinas, num ambiente subtidal de baixa energia. Este padrão de sedimentação é interrompido pela deposição da
Unidade 2, que reflecte mais alta energia. Esta unidade é caracterizada por um aumento na densidade e diversidade de espécies de foraminíferos e em bioclastos (Sub-Unidade 2A) e pela incorporação de vários elementos antrópicos
(fragmentos de cerâmica atribuídos aos séculos XVII e XVIII) (Sub-unidade 2B). A datação por radiocarbono de fragmento de madeira e a data atribuível aos fragmentos de cerâmica, sugere que a deposição da Unidade 2 pode ter
resultado de uma tempestade extrema que ocorreu a 19 de Novembro de 1724 e/ou ao tsunami de 1 de Novembro de 1755. O decréscimo abrupto na densidade de cocólitos na Unidade 2 é compatível com um aumento na taxa de
sedimentação. A sedimentação posterior a este evento (Unidades 3 e 4) espelha um retorno às condições estuarinas subtidais mas revela um aumento de energia em relação à Unidade 1, reflectindo uma menor profundidade da coluna
de água com passagem para um ambiente subtidal superior. A sedimentação natural na área de estudo é interrompida durante a segunda metade do século XIX com a construção do Aterro da Boavista, um aterro artificial construído com
o intuito de reclamar terra ao rio.
Original languageEnglish
Pages (from-to)92-104
Number of pages12
JournalQuaternary Studies
Issue number14
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Estuarine margin
  • Lisbon
  • Sedimentology
  • Foraminifera
  • Calcareous nannofossils
  • Anthropic influence
  • Margem estuarina
  • Lisboa
  • Sedimentologia
  • Foraminíferos
  • Nanofósseis calcários
  • Influência antrópica

Fingerprint Dive into the research topics of 'Single events and century-scale evolution of the Northern margin of the Tagus River before the Boavista landfill: a multidisciplinary approach to natural and anthropic sediment'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this