Teoria de Jogos Evolutiva e Cooperação: Potencialidades para Planeamento e Ordenamento do Território

Sara Encarnação, Fernando P. Santos, Francisco C. Santos, Juval Portugali, Jorge M. Pacheco, Margarida Pereira

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

1 Downloads (Pure)

Abstract

As concepções pós-modernistas da teoria do planeamento territorial consubstanciam, de uma forma geral, perspectivas de colaboração e participação entre os diversos actores envolvidos, como contraponto a um planeamento
centralizado, regulador e normativo dominado pelo Estado. O interesse público passa a ser objecto de negociação e da construção de consensos e a natureza do plano assume um carácter estratégico e potencialmente mais resiliente a
contextos de incerteza. Contudo, a integração de um número crescente de actores amplia a multiplicidade de interesses e posições nem sempre convergentes e até conflituantes. Paralelamente, as transformações rápidas, e por vezes imprevisíveis, ao nível tecnológico, financeiro e político reforçam a complexidade inerente às dinâmicas territoriais e para as quais o ordenamento do território carece de resposta(s) em tempo útil. Nestes contextos instáveis, a tomada de decisão é confrontada com uma pluralidade de perspectivas e tendências de desenvolvimento não lineares que envolvem uma tensão permanente entre cooperação e competição – muitas vezes dificultado quando as soluções envolvem alterações ao status quo ou a padrões de comportamento estabelecidos na sociedade colocando em confronto o interesse colectivo ou de bem comum com os interesses individuais ou corporativos. No contexto desta problemática é notória a necessidade de desenvolvimento de processos e abordagens analíticas de suporte à teoria e prática de planeamento. A
Teoria de Jogos Evolutiva permite a análise de transformações socio-territoriais onde os vários agentes interagem e adotam diferentes estratégias ao longo do tempo. Este processo dinâmico depende do sucesso percebido de cada
estratégia, e também das estratégias adotadas por outros. Neste sentido, é possível analisar a evolução da adopção de estratégias ao longo do tempo procurando antecipar o (in)sucesso das soluções desenhadas. Na comunicação são apresentados modelos teóricos de aplicação de teoria de jogos evolutiva em problemas que envolvem agentes de diferentes sectores da sociedade e onde se procura perceber de que forma a cooperação pode emergir e persistir ao longo
do tempo, em função do grau e tipo de interacção entre as várias partes envolvidas. A reflexão crítica sobre os resultados encontrados permitirá identificar potencialidades de aplicação no âmbito do planeamento e ordenamento do território, quer ao nível teórico, quer ao nível operativo.
Original languagePortuguese
Title of host publication26th APDR Congress. Evidence-based territorial policymaking: Formulation, implementation and evaluation of policy
Subtitle of host publicationProceedings
PublisherAssociacao Portuguesa para o Desenvolvimento Regional (APDR)
Pages31-34
Number of pages3
ISBN (Print)978-989-8780-07-2
Publication statusPublished - 2019
Event26th APDR Congress: Evidence-based territorial policymaking - Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal
Duration: 4 Jul 20195 Jul 2019
Conference number: 26
http://www.apdr.pt/congresso/2019/

Conference

Conference26th APDR Congress
Abbreviated titleAPDR
CountryPortugal
CityAveiro
Period4/07/195/07/19
Internet address

Keywords

  • Teoria de Jogos Evolutiva
  • Ordenamento do Território
  • Cooperação
  • Política Pública
  • Tomada de Decisão

Cite this