The Curatorial Practices of Exhibiting Popular Music in Portugal at the Beginning of the Twenty-First Century: An Overview

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

84 Downloads (Pure)

Abstract

Desde o seu aparecimento, os museus de música têm privilegiado narrativas sobre música erudita através da exposição de instrumentos musicais singulares segundo uma categorização científica. Mais recentemente, contudo, as mudanças teóricas que marcaram tanto os estudos musicológicos como os estudos museológicos vieram colocar novos desafios e oportunidades aos curadores, permitindo que a música possa ser exposta e celebrada enquanto objecto patrimonial nos museus. Neste contexto, desenvolvi um estudo que visou o levantamento das exposições sobre temas da popular music que tiveram lugar nos museus em Portugal no início do século XXI, bem como a descrição da respectiva prática curatorial e expositiva com o objectivo de contribuir para o seu desenvolvimento. Este artigo reporta uma parte deste estudo, nomeadamente a análise das entrevistas realizadas com os vários curadores envolvidos nas exposições e com os profissionais responsáveis pelos museus que acolheram estas exposições. Pretendo demonstrar que o discurso destes profissionais, assim como as suas narrativas expositivas sobre popular music, é movido sobretudo por conceitos tais como homenagem, localidade, arte, estatísticas, indústria, estratégias cronológicas de pensamento e cultura material. Identifico, ainda, que os discursos sobre a popular music em Portugal estão, na sua maioria, organizados de forma convencional atribuindo poder e autoridade à voz do curador. Termino apresentando uma proposta de alternativas a esta abordagem.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)216-236
Number of pages21
JournalRevista Portuguesa de Musicologia
Volume2
Issue number2
Publication statusPublished - 2015

Keywords

  • Popular music
  • Portugal
  • Exposições em Museus
  • Museus de Música

Cite this